#SETEMBROSEMGLÚTEN – Semana 05 e O Que Será de Outubro

Oi pessoal, espero que estejam todos bem. Hoje é dia de update do desafio do mês, ou seja, o último update do mês de Setembro em que não ingeri glúten. Conforme relatei no video, ficar sem o glúten foi muito interessante no sentido de redução de medidas, mas não necessariamente no quesito da perda de peso.

Eu perdi até o momento 20 lbs que dá 9,07 Kg. Não, não é muito, mas é um número muito significativo para mim. É um marco importante nessa jornada, porque sinceramente eu mesma não acreditava na minha capacidade de perder peso algum, ainda mais quase 10 kg.

Lembro de conversas onde sempre dizia brincando que “ah, só falta perder 10 kg!”, quando ía a uma loja comprar uma roupa ou então quando alguém me fazia algum elogio. Era uma maneira de me criticar duramente, e de expressar a pouca fé que eu tinha em mim mesma, em conseguir ser determinada o suficiente para eliminar nem que fosse 1 kg (imagina 10 kg!).

Estou orgulhosa de mim e animada em seguir em frente. Sei que nessa jornada haverão inúmeros obstáculos, mas do que depender de mim farei o melhor para que os obstáculos sejam maneiras de me fazer crescer ainda mais como pessoa, me conhecendo mais, e me tornando mais forte até alcançar o meu objetivo!

Espero que gostem do video.

Gi

#SETEMBROSEMGLÚTEN – Update da Semana 04 e Receita de Pão de Queijo de Frigideira Fit

Bom dia! Eu deveria ter feito este post ontem, mas estava com a cabeça no mundo da lua e não consegui. Então hoje decidi fazer um combo aqui para vocês – postando o video com o update da semana e também com a dica de uma receitinha maravilicious que eu já fiz várias vezes e acho que nunca havia compartilhado com vocês!

Sobre a semana…

O fato é que não comer glúten faz com que o corpo desinche MUITO. Você percebe a diferença mesmo, nas roupas, nos acessórios (meus relógios estão folgados de novo!) e se sente mais leve no geral. Só que fazer uma dieta sem glúten não significa que você está fazendo uma dieta de baixo teor calórico. No meu caso, eu eliminei o glúten das minhas refeições, mas continuo controlando tudo o que eu como através dos pontos dos Vigilantes do Peso. Isso é o que tem me ajudado mais, porque se eu dependesse somente da dieta sem glúten não sei se conseguiria me controlar (batata frita com cheddar derretido e bacon é #glutenfree hahaha!).

Comparado com o mês que eu fiquei sem comer açúcar, eu perdi muito menos peso. O resultado não está sendo muito significativo na balança, mas está sendo significativo nas medidas do corpo. No video conto tudo sobre isso.

Agora vamos ao que interessa…

Receita de Pão de Queijo de Frigideira Fit


Ingradientes:

– 1 ovo inteiro

– 2 colheres de sopa de polvilho (eu usei farinha de tapioca)

– 1 colher de sopa do queijo magro de sua preferência 

– Sal a gosto

Modo de preparo:

– Coloque todos os ingredientes num bowl pequeno e misture tudo bem com um garfo até ficar homogêneo.

– Despeje em uma frigideira antiaderente e cozinhe até que a parte de baixo esteja dourada (em fogo médio); dobre em meia-lua, e cozinhe por mais alguns minutos até que o centro esteja firme (em fogo baixo).

Espero que gostem da receita!

Gi

O Lado Bom de Escorregar na Dieta

Primeiro de tudo, apesar do título deste texto, que fique claro: o Vigilantes do Peso não é uma dieta. Mas o que quero compartilhar aqui pode ajudar outras pessoas que possam estar vivendo uma dieta neste momento.

Eu já expliquei aqui que o VP, ou em inglês Weight Watchers, usa um trocadilho interessante – It’s not a diet, it’s a live-it! Ou seja, não é uma dieta (“die it”, no trocadilho), e sim um estilo de vida.

Como também já relatei aqui, houve dois meses deste ano que eu simplesmente não segui o plano do VP. Junho e Julho foram meses nutricionalmente “sabáticos” (para não dizer desastrosos!) e eu ganhei 4.5lbs (o equivalente a 2 kg) dos quase 18 lbs que havia perdido. Pois é, este não foi um escorregão, e sim um belo de um capote!

Mas o que significou para mim dar este tempo no VP? Isso me ajudou de alguma forma? O que eu posso aprender com essa experiência?

Sim, é isso que importa. As lições que tiramos de nossas falhas e erros. Apesar de ter sido uma decisão minha pausar o VP por dois meses – graças às inúmeras desculpas que eu dei a mim mesma, o que aconteceu foi bom por alguns motivos.

Primeiro: eu aprendi a valorizar o meu sacrifício. Claro que há sacrifícios no VP! A gente pode comer de tudo, mas em porções absolutamente controladas, e sempre pensando na lei da compensação (se vou comer pizza na janta, meu almoço será salada), e assim por diante. O VP é como um AA para pessoas viciadas em comer. Temos que levar o programa um dia de cada vez, refeição após refeição, e assim veremos os resultados do nosso esforço, a curto, médio e longo prazo.

Segundo: eu descobri que nem todas as tentações valem a pena. Comer a té o estômago doer é uma sensação horrorosa. Sentir um leve refluxo é uma sensação horrorosa. O peso que dá na consciência depois disso tudo, que é muito maior que o peso da balança, é uma sensação horrorosa. Ou seja, no final não vale a pena trucidar todo o meu esforço comendo o que não devo em uma quantidade anormal para depois me sentir assim, horrorosa!

Terceiro: eu percebi que as comidas que eu gosto sempre estarão lá, e não irão fugir ou desaparecer simplesmente porque eu decidi não devorá-las naquele momento. Muitas vezes a gente come o que não deve e não está nem com fome e nem mesmo com vontade de comer aquilo, mas come mesmo assim, como se aquela fosse a ultima oportunidade da nossa vida de poder degustar daquilo. Não há necessidade de agir assim. A mesma padaria que vende a coxinha e o sonho agora vai continuar vendendo daqui 1 semana, 1 mês, até mesmo 1 ano. Não preciso me matar e comer algo só porque está na minha frente. Posso simplesmente aguardar uma oportunidade talvez especial para apreciar uma comida mais pesada, onde eu esteja preparada para comer aquilo sem ultrapassar meus pontos diários (VP) ou sem me sentir culpada.

Quarto: eu não desisti de mim. Mesmo capotando assim, não desisti. Poderia simplesmente ter abandonado totalmente o programa, ter deixado de pagar minha mensalidade, e esquecer que algum dia tentei mudar minha situação. Com certeza demoraria muito menos do que seis meses para ganhar todo o peso eliminado desde janeiro, mas quem se importaria com isso? Pois é. Eu me importei. Eu decidi que minha saúde e meu bem estar valem muito mais do que a minha vontade de comer. Não desisti.

A conclusão disso tudo é que o mês de Agosto está sendo maravilhoso para mim. Eu deixei o açúcar de lado, segui o programa à risca, e com certeza até o final dele terei eliminado os 4.5 lb ganhos por completo.

Acho que o verdadeiro significado da palavra foco é este. É você entender que irá falhar, mas nunca desistir, e cima de tudo aprender com seus erros para tornar-se ainda mais forte e determinado.

Eu não sei quanto tempo irá levar para que eu consiga chegar à meta de peso eu eu estabeleci, mas não me importo que demore. Só espero conseguir manter minha mentalidade firme como está agora, valorizando o aprendizado do percurso ao invés de me importar apenas com a linha de chegada.

Gi

Coisas Boas: Segundas-Feiras e Perda de Peso

Hoje começamos mais um mês, mais uma semana, mais um dia, mais uma segunda-feira. É certo que nem sempre estamos tomados por grandes motivações (principalmente nas segundas-feiras), mas é preciso lembrar que este dia é composto apenas por um simbolismo, por uma carga de necessidade de organização social, e que o tempo, a nossa vida, vai muito além das 24 horas de uma segunda-feira. Portanto, vença a preguiça ou o desânimo deste dia e aproveite mais esta parcela de vida que você teve o privilégio de receber hoje! Façamos o melhor do nosso hoje, mesmo que hoje seja uma segunda-feira!

Quem me acompanha pelo YouTube já deve ter assistido o video que foi ao ar ontem falando sobre a minha perda de peso. Gosto de publicar os videos de domingo nos meus posts de segunda-feira porque sei que existem muitas pessoas que preferem assistir videos durante a semana, então acho que consigo atender ambas as partes liberando o video no domingo de manhã, e postando o video no Blog na segunda de manhã.

No video contei bastante sobre como é o programa do Weight Watchers (Vigilantes do Peso) e como vem sendo a minha rotina utilizando as ferramentas que o programa oferece – principalmente o aplicativo de contagem de pontos e o Connect, que é a rede social exclusiva do WW.

Na quarta-feira vai ao ar um video muito legal com o primeiro desafio de reeducação alimentar que eu decidi fazer, então fiquem ligados!

Espero que esta série de videos e posts sobre alimentação e saúde sirva de inspiração para quem deseja mudar de estilo de vida e se tornar uma pessoa mais saudável. Eu pensei nisso com muito carinho e gostaria de receber um feedback de vocês com opiniões, perguntas e críticas positivas.

Espero que gostem do video!

Gi

“O Que Você Come Escondido, Você Veste em Público”

Li esta frase no meu aplicativo do Vigilantes do Peso hoje de manhã. É impressionante como algumas frases realmente causam um efeito na nossa mente. Frases de efeito.Veja bem, esta frase é uma grande verdade.

Na caminhada da reeducação alimentar, principalmente quando o processo todo se torna público (leia-se: a família e os amigos tomam conhecimento da sua decisão), é muito difícil conseguir manter a linha o tempo todo, 24 horas por dia.

No VP, conforme expliquei neste post aqui, a contagem dos alimentos é feita através de pontos. Nas reuniões, a gente sempre brinca que a primeira coisa que um Vigilante aprende a “roubar” são os pontos que a gente não contabilizou – por exemplo, se eu comer 3 biscoitinhos agora e não debitar seus pontos do total que posso comer hoje, é como se eles “nunca tivessem existido”. É uma sabotagem grotesca que nosso cérebro faz, e com o tempo todo o nosso esforço acaba indo pelo ralo, pois de biscoitinho em biscoitinho, o saldo negativo de pontos fica cada vez maior – e a gente nem se deu conta disso!

Mas além da sabotagem dos pontos, no caso do VP, existe mesmo este problema sério do “ninguém está vendo”. Isso acontece em qualquer dieta, qualquer reeducação alimentar (geralmente, quanto mais restritiva, mais freqüente). Eu, por exemplo, tenho um problema sério há anos. Acordo de madrugada para comer.

Imagina só você acordar de madrugada todos os dias para comer? Mesmo que seja algo pequeno, mesmo que seja algo não necessariamente gorduroso, mas a vontade nunca é de comer uma fruta… No meu caso, o problemas são as sobras, principalmente de pizza. Eu acordo de madrugada para comer um pedaço de pizza fria, para logo depois voltar a dormir. É doloroso escrever isso aqui para vocês, mas é importante, porque sei que posso ajudar alguém.

Sabe quando eu vou conseguir contar pontos no meio da madrugada por algo que eu não deveria nem se quer estar ingerindo? Nunca! Eu tenho noção disso. Mas um dos maiores obstáculos, se não o maior, que existe nesta jornada é a desculpa. A desculpa que encontramos para tudo, para não seguir um plano, para não contar os pontos, para não tentar ficar na cama ao invés de assaltar a geladeira. Enquanto houver uma desculpa, haverá um grande buraco no meio do caminho.

Eu estou tentando, vagarosamente, me livrar das minhas desculpas. Tem sido muito difícil, mas eu não desisti, e isso já me deixa feliz e me motiva a seguir em frente. Eu voltei de férias com 2 kgs a mais – no total fiquei cinco semanas praticamente fora do programa dos VP, então nem achei que o estrago foi tão grande assim. Porém, eu sei o esforço que eu tenho que fazer para perder cada quilo. Ou seja, mesmo sendo um número baixo, eu fui contra o meu próprio esforço!

De qualquer maneira, esta semana melhorei muito. Contei todos os pontos de todos os meus dias, e estou me sentindo confiante. Voltei para as reuniões na semana passada, me pesei, e amanhã volto para a reunião e vou me pesar novamente. Espero sim que haja diferença no meu peso, mas honestamente já me sinto uma vencedora por ter a atitude de ao menos tentar sem desistir.

Esta caminhada é longa, cheia de curvas, mas quero tranformá-la em uma linha reta (como um corpo cheio de dobrinhas gordas que vira um corpo esbelto e saudável).

Não vou desistir.