A Corrida, o Corpo e a Cabeça (não necessariamente nesta ordem)

Será que existe um jeito de começar um post de blog narcisista sem ser através da palavra “Eu”? Houve uma, duas, três tentativas de iniciar este parágrafo aqui, todas elas atacadas pelo backspace na esperança de um texto mais altruísta (e menos egocêntrico), mas quais as chances disso acontecer se tudo o que é escrito aqui gira em torno de uma coisa – pessoa – só?

Vamos lá: eu tentei. Tentei escrever uma história mais cheia de nós do que eus, tentei. E falhei, miseravelmente.

Estou aqui para falar a respeito da corrida, do meu corpo e da minha cabeça. Comecemos pelo fim, apenas para facilitar o percurso intelectual de quem vos escreve.

A cabeça continua a mil. Quando acho que tudo começou a fazer sentido nessa minha vida, acontece aquela típica erupção de pensamentos e questionamentos e tormentos e não sei mais quantos entos… Aceitei algumas das minhas infelicidades, não no sentido do comodismo, mas no sentido de “pois é, aquilo ali está mesmo uma merda”. E eu não consigo deixar para lá. Então comecei a revirar as coisas, e estou deixando todos ao meu redor um pouco malucos também. Isso aí é a cabeça.

O corpo? O corpo vai bem, vai ótimo! Agosto tem sido um mês especial para o corpo. Estou na minha melhor forma física, perdi mais peso, perdi roupas, até minha aliança de casamento estou prestes a perder (literalmente, escapa do dedo, um perigo). Me olho no espelho constantemente. Não é só o blog que é narcisista, afinal. Reparei que minhas bochechas sofreram uma bichectomia natural. Quando escovo os dentes, dá pra reparar. O corpo está feliz. O corpo se olha, se enxerga, e agora gosta de biquíni (e está sofrendo com o fim deste verão). Isso aí é o corpo.

A corrida, bom, é um caso à parte. Obviamente, demora-se uma vida (ou o que parece tanto tempo assim) para começar a apreciar o ato de correr. Correr é sofrido. Correr deixa o cérebro perdido, confuso, em guerra. O meu, pelo menos. Eu continuo correndo, continuo tentando, mas não me animei a fazer mais nenhuma prova de rua, pelo menos por enquanto. A grande novidade da corrida é que eu comprei uma bicicleta… Isso aí é a corrida.

Bom, agora que estamos ao par de toda situação, vou embora. Se alguém tiver algum conselho, mande uma cartinha.

Gucci & Eu

Checklist de Fim de Verão

Este é o último mês de verão aqui no hemisfério norte, e como todo verão em países de climas temperados, é uma estação cheia de eventos, compromissos, onde as pessoas fazem questão de aproveitar o tempo ao ar livre o máximo possível, afinal, é uma época curta, e que quando acaba sequer deixa vestígios de ter acontecido – o frio chega mesmo.

Eu não sou uma pessoa que gosta de passar calor. Não faço questão de ficar do lado de fora por mais tempo que o necessário, não gosto de me bronzear, e me sinto mal com a umidade da área em que eu vivo, pois estamos na beira do Rio Mississippi, ou seja, além de muita umidade temos que lidar com os insetos (que não são poucos) e com os sapinhos e cobrinhas que gostam de dar as caras vez ou outra, eu dispenso.

Mas entre a metade de Agosto e a metade de Setembro eu entro em um clima de nostalgia total. O verão começa a se despedir, a temperatura fica realmente mais amena, e passar tempo do lado de fora torna-se algo bem mais agradável. O sol põe-se por volta das 20:00h e os dias começam a ficar cada vez mais curtos. Pois é, em poucas semanas o Outono – minha estação preferida do ano – baterá às nossas portas, então a hora de fazer as últimas atividades de calor é agora.

Aqui vão algumas coisas que pretendo fazer nas próximas quatro semanas:

1) Usar minha churrasqueira e meu fire pit

Por incrível que pareça este ano não usamos nenhuma das duas coisas, acho que porque não ficamos muito tempo em casa nos finais de semana, mas já estou combinando um churrasco com a turma, e espero que dê certo!

2) Usar minha rede

Eu comprei uma rede maravilhosa quando fui ao Brasil ano passado, mas logo que voltei, em Novembro, começou a esfriar e não pudemos usá-la. Então me dei conta de que precisava comprar um suporte especial para poder colocá-la em uso sem nenhum perigo, e eu já o encomendei, e com sorte devo recebê-lo até este fim de semana. Estou ansiosa, quero ler uns livros na rede!

3) Ir no Six Flags em Chicago

Isso já está praticamente combinado também, em breve dou mais detalhes, e provavelmente haverá um vlog a respeito disso. O Six Flags é um dos maiores parques de diversão dos EUA e tem como tema os personagens do Looney Tunes (Perna Longa e Cia.), e tem muitas montanhas-russas animais. Eu adoro! Acho que ir lá no final do verão é melhor do que ir no alto verão porque o clima ajuda a não cansar tão rápido e a gente não torra de baixo do sol (eu já fiz isso uma vez quando estive lá em Julho de 2010 e não foi legal).

4) Ir no Farmer’s Market

Eu simplesmente não consegui voltar no Farmer’s Market depois daquela vez que contei para vocês aqui. Inacreditável como a vida fica corrida e uma coisa simples como essa eu não consegui repetir. Desta vez quer ir para comprar mais comidinhas e quem sabe uns artesanatos… Adoro! 

Acho que por enquanto é isso. Nada de muito difícil de se conseguir, mas tendo um plano é mais fácil de realizar todos eles, não é?

E você, algum plano especial para o final da estação que se encontra agora? 

Gi