Como Eu Corto Minha Franja

Foi em 2000, o nome dele era Sérgio, um gato que eu conheci em Guarulhos, mais velho que eu – e foi ele, decididamente, quem mudou a minha vida para todo o sempre. O Sérgio foi o responsável pela maior aventura que eu já vivi: foi o cabeleireiro que me ensinou a cortar minha própria franja!
Anos e anos e anos e anos e anos mais tarde, continuo usando as mesmas técnicas que ele me ensinou – em outro video mostro a técnica original, torcendo o cabelo e cortando em ângulo para fazer uma franja com mais camadas, e nesse video mostro a minha técnica para aparar a franja quando já está maior mas definitivamente impossível de torcer por estar bem curta.

O Sérgio era sócio de um salão no meu bairro, em Guarulhos, perto da Acqua Sport. Ele foi o cara que me ensinou a arrumar meu cabelo, ele foi o primeiro cabeleireiro que acertou o melhor corte pro meu rosto, ele foi o primeiro profissional a me deixar parcialmente ruiva (fiz muitas mechas ruivas, eu tinha 15 anos, meu primeiro namoradinho tinha me dado um pé na bunda, e eu resolvi que PRECISAVA mudar, no dia seguinte minha mãe me levou no salão dele e disse que eu podia fazer o que eu quisesse!) e foi ele que, tempos depois, fez ressurgir minha franja ao estilo Mara Maravilha quando eu estava com 17 anos, semanas antes de entrar na faculdade.

Sérgio, acho que nunca tive a chance de te agradecer por tudo o que você fez por mim, nem de te dizer o quanto você me ajudou a encontrar uma Gisele que nem eu sabia que existia, também acho que você nunca vai ler essa mensagem aqui, mas de todas as maneiras: OBRIGADA!

Depois que eu aprendi a cortar a minha própria franja, passei a cortar as franjas de várias das minhas amigas, então com todos estes anos de experiência – teórica e prática – acho que posso me considerar uma diplomada em corte de franjas caseiros hahaha!

Bom, tá aí o video. Espero que vocês gostem!

Gi