Adeus, Pontas Duplas!

Corte Bordado: você sabe o que é? Em muitos salões de beleza no Brasil esta técnica é utilizada para eliminar todas as pontas duplas do comprimento dos cabelos com a tesoura. Mas e eu, que não moro no Brasil? Fico de fora? NO WAY!

Descobri que existe uma máquina maravilhosa que faz exatamente isso, e o melhor: para fazer sozinha, em casa! 

Contei TU-DO no video de hoje. Ganhei a máquina de presente de natal do Josh (obrigada, amor!), e estou muito contente com o resultado. A que ele me deu foi comprada na Amazon, e eu não sei se o vendedor manda para fora dos EUA, mas vale a pena pesquisar, caso haja interesse.

Espero que curtam o video!

Gi

Meu Loiro Acinzentado – Tonalizando em Casa

Já contei aqui que a decisão de me tornar loira foi uma decisão financeiramente séria: não é drama, se você, assim como eu, tem o cabelo naturalmente preto-carvão, não pode simplesmente acordar um dia e dizer “hoje vou ser Hebe”. Não rola. Não se você se importar em ter um cabelo bonito. Tornar-se e manter-se loira, em casos como o meu, é praticamente um investimento (e o retorno não vem em verdinhas!).

Eu sabia que seria um processo, e demorou um ano para eu estar com a cabeça totalmente loira. Assim como também já contei aqui, a única que tem aval para mexer na cor do meu cabelo é a minha cabeleireira maravilhosa, Belinda, que me foi apresentada pela Isa, minha colega de trabalho. Só confio no trabalho dela, e até hoje a “operação Hebe” tem sido um sucesso.

Só que, como tudo na vida, a gente começa a ganhar experiência e aprender, principalmente com aquelas situações que tendem a ser mais repetitivas ou rotineiras. Com meu loiro não foi diferente. Eu aprendi que preciso retocar as luzes na raíz uma vez a cada pelo menos dois meses, e tonalizar (corrigir) o tom do loiro pelo menos uma vez a cada seis semanas. Ou seja, eu estava no salão pelo menos mês sim, mês não, e tudo bem, porque eu realmente não saberia fazer nada daquilo sozinha (e nem queria!).

Até que minha amiga Renata, do canal Beauty By Renata, me ensinou a * tchãnãnnnn * TONALIZAR MEU CABELO EM CASA! 

Foi uma mega evolução porque eu morria de medo de fazer alguma coisa errada e destruir todo o trabalho da Belinda, mas no final deu tudo certo! E venho tonalizando sozinha desde então, e hoje quis compartilhar com vocês o jeito que eu – Gisele, leiga, não-cabeleireira, mas com o okay da Belinda – faço isso.

Espero que gostem do video, e se alguém tiver alguma dica legal de algo que eu possa melhorar, por favor, não deixe de me contar aí nos comentários!

Beijos,

Gi

Como Eu Corto Minha Franja

Foi em 2000, o nome dele era Sérgio, um gato que eu conheci em Guarulhos, mais velho que eu – e foi ele, decididamente, quem mudou a minha vida para todo o sempre. O Sérgio foi o responsável pela maior aventura que eu já vivi: foi o cabeleireiro que me ensinou a cortar minha própria franja!
Anos e anos e anos e anos e anos mais tarde, continuo usando as mesmas técnicas que ele me ensinou – em outro video mostro a técnica original, torcendo o cabelo e cortando em ângulo para fazer uma franja com mais camadas, e nesse video mostro a minha técnica para aparar a franja quando já está maior mas definitivamente impossível de torcer por estar bem curta.

O Sérgio era sócio de um salão no meu bairro, em Guarulhos, perto da Acqua Sport. Ele foi o cara que me ensinou a arrumar meu cabelo, ele foi o primeiro cabeleireiro que acertou o melhor corte pro meu rosto, ele foi o primeiro profissional a me deixar parcialmente ruiva (fiz muitas mechas ruivas, eu tinha 15 anos, meu primeiro namoradinho tinha me dado um pé na bunda, e eu resolvi que PRECISAVA mudar, no dia seguinte minha mãe me levou no salão dele e disse que eu podia fazer o que eu quisesse!) e foi ele que, tempos depois, fez ressurgir minha franja ao estilo Mara Maravilha quando eu estava com 17 anos, semanas antes de entrar na faculdade.

Sérgio, acho que nunca tive a chance de te agradecer por tudo o que você fez por mim, nem de te dizer o quanto você me ajudou a encontrar uma Gisele que nem eu sabia que existia, também acho que você nunca vai ler essa mensagem aqui, mas de todas as maneiras: OBRIGADA!

Depois que eu aprendi a cortar a minha própria franja, passei a cortar as franjas de várias das minhas amigas, então com todos estes anos de experiência – teórica e prática – acho que posso me considerar uma diplomada em corte de franjas caseiros hahaha!

Bom, tá aí o video. Espero que vocês gostem!

Gi

Produtos que Uso no Meu Cabelo Loiro

Ah, as maravilhas de ser loira! Grande deleite das madeixas douradas, prateadas, caramelizadas… Eu poderia ter um barco, poderia ter uma casa na praia, poderia construir um closet inspirado na loja da Chanel (com a escadinha e tudo), mas… decidi ser loira!
Não é exagero: ser uma loira artifical impecável 1) custa caro; 2) dá trabalho; 3) exige tempo e dedicação. 

Mas por outro lado, eu poderia tá matano-tá robano, e não, apenas quis ser loira! As mulheres que mais amo na vida são loiras – minha mãe, minhas avós, minhas tias (só falta a Letícia, mas que um dia vai acabar se rendendo também), e é óbvio, a Carolina – esporadicamente (Ela tem menos paciência pro loiro do que eu. Ela tem menos paciência pro loiro que qualquer um… Ela não tem paciência!).

Bem, aí está o video onde mostro todos os 29737615192 produtos que uso nos cabelos e para os cabelos (vitaminas via oral), e que tem feito toda a diferença – meu cabelo está forte, está crescendo, hidratado, brilhante e macio.

Eu sempre tonalizo em casa mesmo, posso fazer um video mostrando como faço e quais produtos utilizo se vocês quiserem, mas o retoque das luzes eu só faço no salão, e só com a Belinda.

Espero que gostem do video!

Gi