Exercícios, Restrições e Resultados

As sugestões que vocês me mandam pelo Instagram são preciosíssimas. Preciso agradecer a cada pessoa que, de alguma forma, sendo através de pedidos, sugestões ou simplesmente demonstrando tanto apoio e carinho nesta minha jornada tem, indiscutivelmente, impactado e agregado tanto ao conteúdo do blog. Eu realmente preciso desses incentivos para conseguir guiar e abordar os assuntos mais pertinentes a vocês, portanto, muito obrigada!

O post de hoje foi sugerido pela minha querida Fernanda Fontana, e ela me mandou a seguinte mensagem: “Fala do HIIT, Gi… Também gostaria de saber mais sobre os alimentos que você baniu da sua dieta e os efeitos positivos que está vendo nesses meses.” – Ou seja, falaremos sobre exercícios físicos, restrições e resultado. É muito assunto bom para um único post! Vamos lá!

O que é o HIIT? HIIT é uma sigla para o seguinte termo: High-Intensity Interval Training – traduzindo ao pé da letra: Treino de Alta Intensidade com Intervalos ou, traduzindo do meu jeitinho: canseira desgramada que queima até a gordura dos cabelos! Há!

Eu vou falar unica e exclusivamente sobre o treino que EU faço, que é o mais, mais, MAIS BÁSICO tipo de HIIT que existe. Portanto, aos experts de plantão: tomem nota disso! E aos leigos que necessitam de mais informações: 1) pesquise muito pela internet e 2) não deixe de procurar um profissional da área que possa te auxiliar. Existe uma variedade de estilos de HIIT, você pode fazer HIIT na bicicleta, na esteira, no elíptico, etc, etc, etc, ou pode também fazer em casa, sem aparelho nenhum – que é o meu caso.

O que este treino tem de especial? Ele é rápido. Você pode fazer um HIIT de 15 minutos e queimar o dobro de calorias de uma hora de esteira ou bicicleta. O diferencial é que ele realmente consiste em períodos de movimentos com alta intensidade intercalados com intervalos de “descanso em movimento”, por exemplo, 30 segundos em alta intensidade seguidos de 10 segundos de descanso em movimento, repetidas vezes.

É isso o que posso dizer a respeito do meu treino. Uso dois canais no YouTube, o Fitness Blender e o Exercícios em Casa. Dá resultado? Sim! Muito! Mas tem que fazer com cuidado pra não se machucar. O melhor caminho é contratar um personal trainer que te auxilie nas atividades físicas, mas caso esta não seja uma possibilidade, faça em casa, mas vá com calma. NÃO DEIXE DE ALONGAR ANTES E DEPOIS DE CADA TREINO! E procure um profissional. Sério.

Alimentos que bani da dieta: como você provavelmente já sabe, eu sou adepta da alimentação LCHF (low carb high fat), cuja base é o consumo de vegetais em geral e proteína animal junto à sua gordura natural. O que eu considero que bani do meu dia-a-dia – farinha (glúten) e açúcar (de todos os tipos). O que comer? Quanto comer? Não posso te dizer! O que posso dizer é: procure um médico que te auxilie nessa parte. Mas informação nunca é demais, portanto sugiro três leituras básicas para quem se interessa na alimentação LCHF:

– Barriga de Trigo do Dr. William Davis

– Por Que Engordamos e o Que Fazer Para Evitar do jornalista Gary Taubes

Blog Ciência Low Carb do Dr. José Carlos Souto

Sobre efeitos positivos: tudo muda. Quando a gente muda por dentro, tudo muda por fora. Seja para o bem ou para o mal. No meu caso, inquestionavelmente, ocorreu uma mudança para o bem. Eu me sinto infinitamente mais disposta, mais atenta, mais produtiva, todos os efeitos fisiológicos de um corpo saudável. Houve melhora na minha queda capilar, na minha pele, e até mesmo no meu ciclo menstrual, que se regularizou (falarei sobre isso em outro post). Isso, é claro, além dos muitos quilos eliminados.

É inegável que a combinação “dieta + exercícios físicos” dá certo. Mas você precisa encontrar o seu caminho. A dieta que você se adequa, o exercício que você gosta. Tudo isso é, na minha opinião, o que mais importa. Como você se sente fazendo o que está fazendo. A LCHF não é para todos (mas todos deveriam banir o glúten e o açúcar, e isso nada tem a ver com uma alimentação low carb!), assim como o HIIT não é para todos (mas todos deveriam alongar antes e depois de qualquer exercício físico!).

O fundamental é encontrar o seu caminho, encontrar o que te faz feliz, e sempre, acima de qualquer coisa, acima da vaidade e da competitividade, buscar melhorar a sua saúde em primeiro lugar.

É isso, turma.

Gi

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s