Arrombe a Porta

Por anos e anos (e anos e anos) da minha vida estive recolhida pelos mantos de vontade, cortinas de ordens e telhados de regras de outras pessoas. Aqui cabe, sim, pai e mãe, mas as paredes, as colunas, as escadas e portas iam bem além da sujeição esperada, respeitosa, ainda que por vezes forçada, aos comandos dos meus pais.

Quantas vezes olhei para os lados e senti as limitações das cobranças de todas as outras pessoas? Todas, todas mesmo? Não saberia contar. 

Apesar da personalidade espontânea, da mente e da boca descontroladas, sempre um pensamento à frente e com uma resposta engatilhada; apesar das diversas tentativas de expressão, como todo jovem, fosse pelas gírias faladas, pelas músicas berrantes ouvidas de longe pelos vizinhos, pelas roupas chamativas ou pelo salto alto afiado, apesar do cabelo mudando de cor e forma como mudam as nuvens do céu paulista, apesar de toda uma inteligência demonstrada em textos e números e notas (musicais e de boletim), sempre fui uma manada contida, sentimentos e vontades e planos e ações estancadas como se fossem todos eles grandes afrontas ao que se era aceito, ao que se podia e não podia.

O que se faz necessário é uma grande ilusão. Aceitação é a pior de todas as armas nas mãos de quem controla a guerra. Manipulam tudo – a exigência é o próprio controle. Fingem que esta casa estruturada, estes mantos e cortinas e telhados e portas são um grande refúgio – tudo quase calculado, para que, conformados, aceitos, nunca sintamos o ímpeto de sair dali.

Chute a porta da frente. Arrombe-a. Liberte-se. Ninguém tem o direito de fazer com que você faça menos, queira menos, acredite menos, conquiste menos, SEJA menos. Menos e mais, e mais e menos, isso tudo é bem relativo! Ninguém tem o direito de exigir com que você faça mais, queira mais, acredite mais, conquiste mais – SEJA mais. Você é o que é e, se não sabe o que é, ainda não teve coragem de chutar sua porta da frente.

Tenha o ímpeto. Pare de olhar ao redor, para cima, para baixo e olhe somente o lado de dentro. Todas as respostas estão bem ali. Agora, basta agir.

Força.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s