7 Filmes Nacionais para Assistir no Feriado de 7 de Setembro

Eu acho que é uma idéia geral que Setembro é um dos melhores meses do ano, não é? Aqui nos EUA tem feriado, no Brasil tem feriado, aqui é o começo do Outono, e lá é o começo da Primavera… Realmente, não falta motivos. E para quem decidir curtir o feriado da nossa Independência em casa, aí vão sete dicas de filmes que eu adoro e que você também vai amar:

1) Divã

É um filme para assistir com a sua melhor amiga – para rir e chorar horrores. 

“Mercedes é uma mulher que não tem do que reclamar: é bonita, bem vivida, casada, mãe de dois filhos, sempre próxima a sua melhor amiga Mônica e é muito feliz. Aparentemente a vida dela é perfeita, o que desperta a curiosidade dela mesma em descobrir o porquê de sua vida ser tão completa. É quando Mercedes resolve fazer análise com um psicanalista, Dr. Lopes, para descobrir o motivo de não ver nem a sombra dos problemas.

O que Mercedes não imaginava era que sua vida iria mudar a partir do dia em que ela entrasse naquele consultório. Ao longo de seu tratamento psicológico, Mercedes descobre muitas insatisfações próprias, assim como a necessidade de se conhecer cada vez mais fundo, a vontade de aproveitar cada momento, de realizar sonhos e desejos que não sabia que existia.”

2) Minha Mãe É Uma Peça

Dispensa muitas apresentações, a comédia brasileira mais comentada do teatro da última década, adaptada pelo seu criador e roteirista, Paulo Gustavo.

“Dona Hermínia (Paulo Gustavo) é uma mulher de meia idade, divorciada do marido (Herson Capri), que a trocou por uma mais jovem (Ingrid Guimarães). Hiperativa, ela não larga o pé de seus filhos Marcelina (Mariana Xavier) e Juliano (Rodrigo Pandolfo), sem se dar conta que eles já estão bem grandinhos. Um dia, após descobrir que eles consideram ela uma chata, resolve sair de casa sem avisar para ninguém, deixando todos, de alguma forma, preocupados com o que teria acontecido. Mal sabem eles que a mãe foi visitar a querida tia Zélia (Suely Franco) para desabafar com ela suas tristezas do presente e recordar os bons tempos do passado.”

3) Bossa Nova

É o filme perfeito para quem quer apresentar o lado maravilhoso do Brasil (e do Rio de Janeiro, para ser mais específico), para os gringos. O filme tem muitos diálogos em inglês, mas é majoritariamente em Português. Um romance leve e cheio de surpresas.

“Miss Simpson é uma norte-americana que vive no Rio de Janeiro e leciona o idioma inglês. Entre os seus alunos estão Acácio, um jogador de futebol que está prestes a se mudar para aInglaterra, e Nadine, uma fanática por computadores e que está empolgada com o romance virtual que vem mantendo com um suposto artista plástico de Nova Iorque. Num encontro casual, Miss Simpson conhece Pedro Paulo, umadvogado que acabou de se separar da mulher, que o trocou pelo professor chinês de tai chi chuan. Encantado com o charme da moça, ele acaba se matriculando em uma de suas turmas.”

4) Central do Brasil

Outro que dispensa apresentações, indicado ao Oscar como Melhor Filme Estrangeiro e como protagonista, Fernanda Montenegro, indicada ao prêmio de Melhor Atriz, é uma história triste e comovente, que vale a pena ver de novo.

“Dora (Fernanda Montenegro) é uma mulher que trabalha na estação Central do Brasil escrevendo cartas para pessoas analfabetas; uma de suas clientes, Ana aparece com o filho Josué (Vinícius de Oliveira) pedindo que escrevesse uma carta para o seu marido dizendo que Josué quer visitá-lo um dia. Saindo da estação, Ana morre atropelada por um ônibus e Josué, de apenas 9 anos e sem ter para onde ir, se vê forçado a morar na estação. Com pena do garoto, Dora decide ajudá-lo e levá-lo até seu pai que mora no sertão nordestino. No meio desta viagem pelo Brasil eles encontram obstáculos e descobertas enquanto o filme revela como é a vida de pessoas que migram pelo país na tentativa de conseguir melhor qualidade de vida ou poder reaver seus parentes deixados para trás.”

5) Somos Tão Jovens

Na minha opinião, o melhor filme que representa o cenário da música urbana e do rock’n roll no Brasil, mais especificamente a leva de músicos incríveis que se originou em Brasília entre o final dos anos 70 e início dos anos 80; o filme – apesar de ser a biografia do gênio Renato Russo – foca em todo o universo das grandes bandas do rock nacional como os Paralamas do Sucesso e o Capital Inicial. Eu diria que é o oposto (a versão feliz) do filme sobre o Cazuza. Muito bom!

“Em 1973, logo após sua família se mudar para Brasília, Renato Manfredini Júnior (Thiago Mendonça), de apenas 16 anos, fica preso por uma doença degenerativa numa cama. Sem muito a fazer, o jovem começa a compor poesias e sonha em se tornar o líder de uma grande banda de rock. Depois de algum tempo, é curado, descobre em sua cidade o movimento punk, adota o nome de Renato Russo e forma com amigos da Turma da Colina a bandaAborto Elétrico, época em que compõe as músicas “Que País É Este?”, “Música Urbana” e “Geração Coca-Cola”. 

Com a falta de repercussão de seu trabalho e aos conflitos com o restante dos integrantes da banda, ele resolve deixar o grupo e seguir em carreira solo, agora como “O Trovador Solitário”, época em que cria canções mais narrativas, tais como “Eduardo e Mônica” e “Faroeste Caboclo”. Em 1982, apesar da rejeição de suas novas canções, consegue despertar a atenção em outros círculos e retoma seu sonho de criar uma grande banda, convidando Marcelo Bonfá (Conrado Godoy) e Dado Villa-Lobos (Nicolau Villa-Lobos) para formar a Legião Urbana. Na primeira apresentação, em Minas Gerais, a banda consegue conquistar o público jovem, porém é detida por sua atitude contestadora. 

De volta a Brasília a banda conquista mais fãs, até deixar a cidade para se apresentar em 1982 no Rio de Janeiro, iniciando a trajetória que a tornaria umas das maiores bandas do rock brasileiro.”

6) Redentor

Uma crítica enorme à sociedade brasileira, com um enredo surpreendente, é um dos meus filmes nacionais favoritos.

“Célio Rocha é um jornalista que vive uma crise familiar há cinco anos, desde que o pai adoeceu por não ter recebido as chaves de um apartamento do Condomínio Paraíso, depois de ter pago 17 anos de prestações à construtora do Dr. Saboia, empresário corrupto. Ele recebe a tarefa de entrevistar Otávio, filho e sucessor do dono da construtora, também corrupto, e a quem odeia desde a infância. Célio quer se vingar de Otávio descobrindo provas das falcatruas do ex-amigo mas acaba ele próprio se envolvendo em um lamaçal de trapaças e negociatas, atingindo também o pai, a mãe e Soninha, filha do favelado Acácio que ele conhecera durante a reportagem sobre uma invasão nos apartamentos e por quem se apaixonara. No auge dos problemas, Célio começa a ter visões de Deus e passa a acreditar ter a missão de fazer com que Otávio se arrependa e devolva o dinheiro a todos aqueles que prejudicara.”

7) Que Horas Ela Volta?

É recente, de 2015, e com uma trama que te faz refletir absurdamente sobre inúmeros fatores da nossa vida. Regina se superou, e superou todas as minhas expectativas.

“Val, uma mulher de Pernambuco, vai para São Paulo, deixando para trás sua filha, Jéssica, com o avô. Em São Paulo, Val encontra um emprego como babá e depois de empregada doméstica em uma casa de família de classe alta onde ela cuida do filho de seus patrões, Fabinho.

Treze anos depois, Val é economicamente estável, mas sente culpa por ter deixado para trás Jéssica. De repente, sua filha decide ir a São Paulo para fazer um vestibular, na mesma época que o filho do casal, e pede apoio a mãe, esta acreditando em uma segunda chance para um melhor relacionamento entre as duas. Mesmo assim, a convivência é complicada, ainda mais pela personalidadeda garota e forma como ela se comporta na casa e perante os patrões de sua mãe, se sentindo mais a vontade e não aceitando a separação de
classes e posições impostas no lugar.”

O cinema nacional também arrasa! ❤ Bom feriadão, galera!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s