A Culpa Não é do Diabo 

Uma vez, há uns vinte anos atrás, saindo do culto com a minha família eu disse em voz alta “tenho pena do diabo”. Meu pai na mesma hora me chamou a atenção e começou a me explicar o quanto o diabo é sujo, pai da mentira e da confusão, e que não fazia sentido nenhum ter pena dele. Eu escutei, compreendi a explicação, e deixei de sentir pena dele, apesar de ter pensado (e lembro bem disso) que era muito triste existir um ser que jamais saberia o que é ser livre e feliz. Pois é, se você acredita que o diabo existe, provavelmente precisa ler este texto.

Acontece que o ocorrido desta semana (vide post anterior) ainda continua muito vivo na minha cabeça. Estou meio impressionada com tudo o que aconteceu, preciso confessar. Sou humana, me impressiono com as coisas, fazer o quê? 

Mas o fato é que hoje de manhã decidi que precisava vir aqui e escrever algumas boas verdades – coisas que no fundo todo mundo sabe mas que ninguém tem coragem de dizer. O diabo não tem culpa de tudo. 

Eu não digo isso porque sinto pena dele. Vou explicar e usar o ocorrido como exemplo, já que foi por causa disso que decidi escrever a respeito deste tema. O caso do “pastor” pedófilo fez com que inúmeras pessoas se pronunciassem na internet (inclusive eu, que não falo muito de religião publicamente), e eu decidi ler muitos dos comentários para tentar entender o que o povo sente e pensa a respeito disso. Quando digo povo quero dizer o povo de Deus, os crentes

Notei que há basicamente dois grupos, duas linhas de pensamento: os que acham que o fim dos tempos chegou e os que acreditam que tudo o que aconteceu foi culpa do diabo. Até mesmo os comentários mais sérios e mais críticos tinham base na crença de que aquela família foi atacada pelo inimigo.

Estou aqui para dizer que isto não é verdade. Não é bem assim. 

O mesmo pai que me explicou que o diabo é um ser sujo, pai da mentira e da confusão, uma vez me deu uma explicação que achei muito lógica a respeito do chifrudo, e foi mais ou menos assim: “O inimigo é como um cão feroz, raivoso e pronto para atacar. Só que ele está preso por uma corrente e só consegue andar em circulos, não consegue sair daquele raio. Ele só consegue morder quem pisar no raio de alcance dele, caso contrário….”

Pois muito bem. Deus nos deu algo chamado livre arbítrio. Se eu, Gisele, decido virar minha vida de ponta cabeça para o lado do mal, é aí que está a chave: a decisão foi minha! Quem abre a janela pros maus espíritos entrarem na nossa vida somos nós mesmos, pois se não fosse assim seriamos todos loucos, criminosos, adúlteros, mentirosos, oprimidos, afinal de contas somos fracos, todos nós, não é mesmo?

Então Deus nos fez de um jeito que o diabo não consegue fazer marionete da gente. A gente precisa concordar com isso, dando o primeiro passo para o caminho do mal, para que o mal tome conta das nossas vidas. Então não dá pra tirar a responsabilidade das nossas escolhas, nem das escolhas das outras pessoas. O diabo tenta sim acabar com as nossas vidas, mas se a nossa mente é firme, ele nada pode fazer. Portanto chega de dizer que a culpa do que aconteceu na vida daquela família é do diabo. Chega de procurar um culpado pras nossas fraquezas. Se você não é forte o suficiente, peça que Deus te fortaleça, mas não culpe o diabo pelas más escolhas que você fez, faz ou fará. A culpa é nossa, de mais ninguém.

Gi

Anúncios

4 comentários sobre “A Culpa Não é do Diabo 

  1. Mais uma vez, parabéns! Há muitos anos ouvi um pastor dizer mais ou menos o que seu pai te explicou sobre o cão feroz preso na corrente e isso também fez muito sentido pra mim. Esse caso ainda vai dar muito o que falar, tenho acompanhado a repercussão. Tenho um filho e isso toca em mim de maneira nada isenta, pra ser sincera com você. Que D’us continue te abençoando. Bjs.

    Curtir

    • Samia, a história é terrível, inacreditável para olhos humanos como os nossos. Mas a verdade é que nós fomos pegos de surpresa, mas Deus não. Acho que isso é o que deve confortar o coração daquela mãe, e a fé de que a justiça será feita, como ela mesma disse, justiça humana e justiça divina. Beijos!

      Curtir

  2. Por isto, em Gênesis 4:6-7 lemos “E o Senhor disse a Caim: Por que te iraste? E por que descaiu o teu semblante? Se bem fizeres, não haverá aceitação para ti? E, se não fizeres bem, o pecado jaz à porta, e para ti será o seu desejo, e sobre ele dominarás.”. Dominar é usar o livre arbítrio, a liberdade de escolha, a base de tudo. Nos podemos decidir ficar longe do cão raivoso ou flertar e, poir ainda, entrar no círculo dele, então o dano será certo. Bom artigo!

    Curtido por 1 pessoa

    • Sim! Deus é muito claro, ou escolhemos pisar na luz ou na escuridão. Me choca quando as pessoas abrem a boca para culpar o diabo sendo que o primeiro passo quem deu foi realmente elas. Precisamos nos responsabilizar pelas nossas escolhas antes de procurar um culpado. Obrigada pela mensagem e por todos os seus ensinamentos! Beijos!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s