Iowa e Seus Encantos: Le Claire, Buffalo Bill e o Tataravô do Babyliss

Domingo, dia da família, fomos os quatro – esposo, pai, mãe e eu – até a cidadezinha de Le Claire, aqui em Iowa. Há tempos vínhamos falando a respeito desse lugar, finalmente a oportunidade veio e fomos passear por lá.

Le Claire é um município de poucos habitantes, localizado no condado de Scott, à beira do Rio Mississippi. É uma cidadezinha charmosa e pitoresca, com bons restaurantes e muitos antiquários.

Nós fomos almoçar em um restaurante com vista para o rio chamado Sneaky Pete’s –ponto de encontro da turma mais jovem e cheio de histórias pra contar.

O ambiente é bem tranquilo, num estilo super country e informal. A comida é ótima; nós pedimos cheese curds com molho ranch de entrada:

E cada um atacou um hambúrguer diferente – o meu foi o de queijo suíço e cogumelos:

Curiosidades sobre este restaurante: ele é famoso por causa das centenas de gravatas penduradas por todo o teto!  Perguntei à garçonete o significado daquilo e ela me respondeu com a seguinte frase: “Cowboys don’t wear ties!” (Cowboys não usam gravatas!)

Então aparentemente a história é que se alguém chega lá de gravata, possivelmente irá tê-la cortada e arrancada, e a mesma será pendurada no teto como lembrança… The land of the free! 

Antes da ida ao restaurante nós visitamos um antiquário muito legal, um dos muitos que vimos, o Mississippi Cottage Antiques.


E então visitamos o  Buffalo Bill Museum, onde há diversas exposições, entre elas a de William Frederick Cody, o Buffalo Bill, ícone do entretenimento sobre o Velho Oeste americano:

E tambem a exposição Lone Star – o barco movido a vapor e pedal construído em 1868:

E outras mostras do museu incluem invenções de maquinário e utensílios do final século dezoito – início do século dezenove, e fiquei absolutamente encantada:

Além da minha grande surpresa: conheci o tataravô do babyliss!

Nós entramos na área de vestimentas femininas daquela época, e estava vendo todas aquelas roupas, bolsas, sapatos, chapéus e jóias quando me deparo com isto:

Quase cai para trás! Nunca imaginei que a engenhosidade capilar feminina atual teria seus primórdios tão longínquos assim! O formato do instrumento usado para fazer os cachos (e realmente chamado de curling iron!) segue extremamente similar aos que usamos hoje em dia, com a diferença de serem elétricos hahaha!

Sem contar nos veículos de comunicação! Quem resistiria a este livro da moda cheio de dicas quentíssimas? Seria essa a tataravó da revista Marie Claire?

Este é um passeio que recomendo muito, inclusive para famílias com crianças pequenas. Eu não mostrei, mas havia diversas atividades para as crianças lá, de todas as idades. Vi várias delas segurando pranchetas com uma lista de “caça ao tesouro”, e se encontrassem todos os itens da lista no museu ganhavam um presente!

Preço: US$5.00 adulto – US$4.00 seniors – US$1.00 crianças entre 6 e 16 anos e crianças menores de 6 anos entram gratuitamente.

É isso pessoal!

Espero que tenham gostado.

Abraços,

Gi
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s