Dos Provérbios…

Como diz aquele velho provérbio chinês: “Há três coisas que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida.”
Indiscutivelmente, não há verdade maior.
E o que temos feito para conseguir agir corretamente quanto às três partes deste provérbio?
Particularmente, entendo a “flecha lançada” como todas as nossas ações. Tudo o que decidimos viver, conceder, e até mesmo o que exigimos do mundo à nossa volta. Isso tudo é a flecha lançada. A flecha em movimento representa a energia, o impulso, a atividade, e a maneira como nós seres-humanos, como corpo e espírito, interagimos com tudo o que nos cerca.
Quais ações você tem lançado mundo a fora? Que tipo de energia você tem produzido, espalhado por aí? É uma grande responsabilidade pensar que cada uma de nossas ações refletirá no universo, seja de um jeito ou de outro. Ações não podem ser revertidas, apenas reparadas (e com isso, já somos muito sortudos). Mas é bom ter a consciência de que elas jamais voltam, assim como a flecha.
As palavras… Bom, estas sim, posso dizer, são o meu mal. Meu, Gisele, a pessoa que escreve, fala, gesticula, e que tem o poder de gritar até com os olhos. Este é o meu maior problema, o controle das minhas próprias palavras – pensadas, referidas, escritas ou faladas. Sei que tenho o poder de dominá-las, e já fiz mau uso deste poder muitas vezes. Hoje sei que elas simplesmente não voltam. E já que não voltam, e já que o poder é grande, por quê não fazê-las útil e de benefício a alguém?
Sim, proferir o bem, sem olhar a quem. Este deveria ser o meu provérbio de vida. Que as palavras que saiam de mim sejam com um bom propósito, não apenas para impactar o mundo lá fora, mas para harmonizar o mundo aqui dentro, dentro do meu próprio peito.
Quanto às oportunidades, estas estão aí, nos rodeando o tempo todo, batendo à nossa porta, e às vezes até estapeando a nossa cara! Quem diz que não tem oportunidade é porque ainda não aprendeu a fazer uma bela limonada. O preparo, este sim é fundamental. Ou seja, de nada serve uma oportunidade quando não se está apto a usufruí-la. Partimos então do princípio de que se houver força de vontade, haverá oportunidade. Mas quando a oportunidade se perde…
Hoje estou meio filósofa, mas tudo bem.
É sexta-feira, amanhã isso já passa.
Um abraço flechado, uma palavra amorosa e uma oportunidade nova é o que desejo a todos!
G.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s